Jovens são alertados sobre o secularismo na igreja

16/09/2010 14:30

Secularismo, identificando a igreja falsa e a igreja verdadeira foi o tema do pastor Gilson Schinemann (Curitiba-PR) para os jovens nesta manhã na Igreja Assembleia de Deus de Alagoas. O pastor, com base em 2ª Co 4.1-5, começou falando que os crentes são uma minoria cognitiva, cujos padrões de conhecimento se desvia do que é publicamente aceito e que se precisa ter firmeza de caráter para continuar seguindo os padrões de Deus. De forma providencial, o tema chamou a atenção dos jovens, que ouviu do preletor os vários movimentos que massificam o secularismo: a explosão do fenômeno religioso (aumento das denominações evangélicas, das seitas, das religiões orientais); desconfiança na instituição religiosa, misturando cultos alternativos como uso de amuletos em algumas igrejas, e o uso da indústria de marketing, sem Jesus Cristo, sem renúncia e sem comprometimento.

Ainda sobre os movimentos, o pastor Gilson citou o materialismo (Teologia da Prosperidade); o surgimento do humanismo, filosofia que tem o homem como centro de tudo; racionalismo, a prática do humanismo, do religionismo, do existencialismo e a contextualização (a igreja se conformando com o mundo).

O preletor também trouxe advertências da Palavra de Deus sobre o secularismo, como O mundo jaz no maligno (I Jo 5.19). Ele alertou sobre as mutações sociais, que afetam os valores morais, familiares e estéticos (I Jo 2.15-17). O estudo irá continuar amanhã.

Pastor Sergio Bastian

 

Antes, o pastor Sergio Bastian, de Boston, na cidade de New York-EUA, ministrou com base nos textos em I Tm 1 e Hb 11.1. O tema Fé norteou toda a preleção. “Pode começar pequena, mas deve desenvolver para o nosso crescimento espiritual”, disse o pastor sobre a fé.

Fonte: AD Alagoas/ Via: www.guiame.com.br

 


Neste momento acessados