Lição 11

04/07/2010 03:17

A TRAMA DA ILUSÃO

 

LEITURA BÍBLICA

(Lucas 15.11-18)

 

TEXTO

"Há caminho que ao homem parace direito, mas o fim dele são os caminhos da morte" (Provérbios 14,12).

 

PALAVRA INTRODUTÓRIA

É importante, que em dias como os atuais, que o crente esteja atento para saber a diferença de um sonho para uma ilusão. Allimentar sonhos, buscar condições para torná-lo realidade, são motivos positivos que levam o homem ao prazer de viver, buscando novas realizações. As ilusões desgastam e trazem decepções porque são passageiras e não possuem fundamento para se realizarem.

1.1 Maneiras como se apresenta a ilusão: ilusão é engano dos sentidos ou da mente que faz com que se tome uma coisa por outra, que se interprete erroneamente um fato, falsa aparência; distorção da realidade; coisa efêmera, engano, mentira, desvaneio.

2.1 A ilusão de alcançar o poder: o caso de Adão e Eva foi justamente baseado na ilusão de conseguir serem tão poderosos como Deus (Gn 3.5,6). Segundo o conselho da serpente, quando eles conseguissem possuir a mesma sabedoria que Deus, seriam iguais a Ele.

2.2 Confiança nas riquezas:  a riqueza é outro meio usado por Satanás para iludir os incautos. A riqueza poderá, até por algum tempo, servir de segurança para alguns. Mas como toda ilusão é de pouca durabilidade.

2.3 A auto-ilusão é um perigo: confiar em si próprio, na sua capacidade, inteligência e prestígio é mera ilusão (Sl 30.6;0s 12.8).

2.4 Meios para fugir da realidade: certas pessoas, geralmente jovens buscam desesperadas por alento para minimizar o mal que as alige.

2.4.1 O casamento ilusório: não são poucas as pessoas que se casam com a ilusão de encontrar um caminho mais fácil, mais propício para suas realizações pessoais.

3.1  Vivendo de ilusões: o jovem passou, então, a viver dissolutamente. Não faltavam os amigos aproveitadores que, certamente, conhecendo a ingenuidade do rapaz se prontificavam a ensinar-lhe como deveria gastar a fortuna, com jogos, bebedeira e meretrizes para satisfazer suas paixões carnais. Assim, ele desperdiçou toda a fortuna.

3.2 Caindo na realidade: quando o jovem deu conta da situação, sem dinheiro, sem amigos, sozinho, com fome, sem ter onde recoher-se, sentiu necessidade de procurar um trabalho para garantir sua sobrevivência.

 

CONCLUSÃO

Pai amoroso está sempre à espera do regresso do filho que partiu em busca dos prazeres mundanos. A ilusão embota a mente humana de tal maneira que a pessoa perde a noção da verdadeira realidade e passa a viver no pecado.


Neste momento acessados