LIÇÃO 4

18/06/2010 14:32

O ORGULHO RETARDA AS BÊNÇÃOS

 

LEITURA BÍBLICA

(Reis 5.1,6,9-11,13,14)

 

TEXTO

"Vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria". (Provérbios 11.2).

 

PALAVRA INTRODUTÓRIA

As escrituras podem ser comparadas a um espelho. Se desejamos verificar se tudo está conosco, a solução é mirar-nos nos bons exemplos que ela nos traz.

A dimensão do orgulho: o orgulho, em algumas situações, pode ser considerado como um sentimento de dignidade, de auto-confiança pessoal, brio, altivez quando esse é vivido em um grau de satisfação e felicidade por algo conquistado.

1.1. Considerando o grau do sentimento: no entanto, é fundamental que o homem considere-se a si mesmo.

1.2. Como a Bíblia considera o orgulho: o orgulho é um pecado (Pv 21.4); ele origina-se no desejo de poder e de autoridade que nasce no coração da pessoa (Lv 26.19); ele desencadeia situações que provocam a queda do homem (Pv. 16.18); é uma maneira de insultar alguém (Lc 23.111); é uma atitude errônea de quem expressa justiça própria (Lc 18.11,12); sai do coração do homem e é contaminado como outros tantos pecados (Mc 7.20-23) e ainda mais, serve de obstáculo às operações divinas (Sl 10.4; Os 7.10).

Deus abate os soberbos: o texto que serve de base para esta lição destaca a atitude de um homem orgulhoso por seus feitos e sua posição privilegiada, que teve de reconhecer a sua inferioridade diante de Deus todo-poderoso que opera maravilhas quando o homem se dobra humilhado.

2.1. As duas faces da vida de Naamã: era comandante do exército da Siria, a nação mais poderosa daquela época, que exercia domínio sobre todos os povos.

2.2. A providência divina: vitoriando sobre Israel, as tropas da Siria, comandadas por Naamã levaram, como era costume, alguns prisioneiros de guerra para se tornarem escravos em suas terras.

Porque Deus aborrece a soberba: Deus abateu Satanás pr sua insgnificância diante dEle quando quis comparar-se a Ele.

 

CONCLUSÃO

A soberba surge no coração do homem (Pv 4.23). O cristão deve entregar seu coração ao Senhor a fim de que seja guardado do pecado. Dar lugar apenas a Ele, amando-O e servindo-O conforme o Seu mandamento (Mt 22.37).

 


Neste momento acessados