Wagner Gonçalves de Oliveira

Wagner Gonçalves de Oliveira

A Paz do Senhor!!!!!

Venho por meio desta contar alguns milagres que Deus fez em minha vida e na vida de minha sobrinha por parte de esposa.

Primeiro meu nome é Wagner e sou conhecido como Gonçalves ou Gonçarvão na igreja e sou consagrado Obreiro da casa de Deus, exerço ainda função de Líder dos Obreiros da I.E.L. e sou Diretor Presidente da OSCRELI – Obra Social Cristã Evangélica da Libertação.

Expresso isso não pra vangloriar-me, pois a honra e gloria, toda ela pertence a Deus.

Dentre os vários ataques que tenho sofrido após minha conversão esse testemunha apesar de simples é o que mais me fez ter intimidade e confiança em Deus, pois eu passei noites sem dormir e ainda tinha até tremores de nervoso pelo fato, mas o Senhor me sustentou e libertou dando-me a certeza que sua mão poderosa era em minha vida.

Eu estava pra casar e não tinha um tostão no bolso, e fora meu trabalho tinha o aluguel da casa onde hoje moro e contava com esse auxilio pra poder fazer um fundo pra meu casamento. Foi quando o inquilino que morador de vários anos e de confiança veio me entregar a casa, pois seu filho estava crescendo e tinha encontrado uma casa maior e melhor para ele e bem próximo também; como vocês podem perceber fiquei desesperado, pois esse dinheiro não podia faltar de modo algum, pois eu já o tinha contabilizado nas finanças. Coloquei nas mãos potentes de Deus e orei, orei, e orei; o Pai todo poderoso ouviu minhas suplicas e me enviaram um casal abençoado de mais idade que se interessaram pela casa aonde após algumas verificações, vim a redigir um contrato e após assinados e calção pago eles entraram na casa, beleza, né? Mas não, pois já no primeiro mês me chega uma conta de luz no valor de três mil cento e vinte e três reais de atraso.

Entrei em desespero, pois já tinha dado entrada e feito outros negócios para o casamento contando com o dinheiro que iria entrar com certeza e ainda não tinha um tostão no bloco. Achei que o inquilino antigo tivesse deixado contas em atraso e pedi que me apresentasse às contas já pagas, de um modo educado, pois como disse eram de estrema confiança o casal, as contas antigas, o que fizeram e foi constatado que estavam pagas e tudo certinho.

Corri atrás do prejuízo indo na bandeirante pra ver o que acontecia e me foi dito que teria de marcar os números do relógio e voltar lá. Fiz, e não deu certo. Fiz de novo, e não deu certa a leitura. Por causa do trabalho não dava pra que eu fizesse e pedi a meu irmão que fizesse a leitura por mim e levasse na loja da Bandeirante, também não deu certo.

Nisso os dias foram passando a conta cegando próxima da data de pagar e os inquilinos falando que não iriam pagar aquela conta (e estavam certos, a conta não era deles), e estavam já procurando outra casa pois se cortassem a luz não poderiam ficar sem força. Eu já perdia noites de sono não comia direito e não tinha o dinheiro pra pagar essa conta, como que eu iria casar se deveria juntar dinheiro para isso e não tendo ainda nenhum capital pagar uma conta de três mil e poucos reais com outras contas vencendo????

Estava tão atordoado um dia, que vindo do centro da cidade pra casa acabei entrando sem querer numa rua que não tinha nada haver com meu caminho, pois estava aéreo com esse problema, onde encontrei por graça do Espírito Santo um Pastor de minha igreja e ele estava com tempo. Acabei por chorar as pitangas pra ele mais pra desabafar do que buscando uma solução onde ele me ensinou uma coisa que até então eu não tinha noção... ele falou do demônio devorador e como ele trabalhava, me explicou que esse demônio nós não podemos expulsar nem no nome de Jesus pois o Próprio Deus disse que Ele repreenderia o devorador e abriria as portas do céu para aqueles que eram dizimistas e ofertantes e já me perguntou se eu era, e graças dou a Deus pois eu já era. O Pr me ensinou a orar e batalhar de modo a me apresentar a Deus como ofertante fiel e dizimista da Casa de Deus e pedir que repreendesse o devorador na minha vida e na vida de minha noiva.

Aquelas palavras me deram novo animo, foi como se uma nova confiança e um renovo de forças e fui pra casa e me tranquei no quarto e orei, e chorei e me entreguei a Deus postado de cara no chão. Não sei quanto tempo permaneci em oração, mas sai do meu quarto novo e com mais convicção ainda.

Ainda passei por muitas provas dentro de mim, duvidas vinham e eu tinha que exercer minha vontade me fazendo crer que Deus daria providencia, pessoas vinham com palavras de desanimo e eu que escolhia rebater essas palavras e me forçava a confiar em Deus, pois a prova maior foi em minha vontade e não a conta em si, depois fui novamente a bandeirantes, onde me foi dito que enviariam um técnico pra ler o relógio que ninguém entendia nossas marcações, foi mais uma semana de luta diuturna, pois de dia o problema sempre vinha e eu tinha que exercer a minha vontade controlando o desejo de jogar tudo pro alto (o diabo é ardiloso e lança SETAS A TODA HORA), e a noite sempre vinha também esse problema que se juntavam com outros e eu perdia o sono e quando dormia, dormia picado, pois sempre acordava preocupado até com “batedeira” no coração como dizia minha mãe.

Mas no dia marcado eu fui cedo pra bandeirantes e fui falar com o atendente, muito educado que me disse que só daria pra ver aquele meu, “probleminha” mais tarde e assim foi, eu quase louco com o pensamento a mil orando sem parar e esperando e já na ora do almoço dele eu voltei pra ver o que seria...

O atendente pegou minha conta e no computador abriu uma tela e digitou alguns códigos onde apareceu um monte de luzinhas piscando um monte de luzinha vermelhas, algumas amarelas e outras verdes. Perguntei-lhe sobre as luzes e ele me disse que seriam marcações de contas com debito, atrasos e contas certas; pronto já fiquei mais doido ainda, pois em minha cabeça eram aquelas vermelhas o problema e tinha um monte.

O atendente ficou ainda digitando algumas coisas e vez por outra coçava a cabeça e cada movimento dele era uma tortura pra mim, mas me apeguei com Deus e fiquei firme na fé. Quando ele finalmente parou e olhou pra mim me disse assim:

___Olha senhor o que eu posso fazer pra te ajudar é dividir em duas contas pra facilitar...

Eu com o semblante de criança que tomaram o doce falei:

___É só isso que o senhor pode fazer???? No que ele disse:___É

Ai eu respirei fundo e disse:

___Já que é só isso então tudo bem, pode fazer

Ela mandou imprimir o documento e me deu pra ler, minhas pernas amoleceram na hora quando vi os documentos para pagar...

As duas contas imprimidas juntas davam um total de .....treze reais e uns trocados.

Sentei ri sozinho quase chorei de alegria ali mesmo e sim agradeci a Deus de todo o meu coração esse “MILAGRE” que Ele me fez, fui ao caixa paguei as duas de uma vez e nem cobrei de ninguém.

Fui abençoado não só essa vez, mas muitas outras, mas a maior luta que passei foi em meu interior e hoje mesmo escutando de diversas pessoas amigas, parentes e outros que foi leitura errada, erro de digitação de funcionários e outras coisas mais; eu sei que foi Deus quem fez o milagre e a confiança que adquiri nEle depois desse fato ninguém derruba.

Sei que é um fato pequeno em vista de outros milagres que Deus “faz”, mas foi esse que me deu confiança, coragem e convicção que EU SOU MAIS QUE VENCEDOR EM CRISTO JESUS E QUE O QUE ESTÁ EM NÓS E MUITO MAIS FORTE DO QUE O QUE ESTA NO MUNDO

 

Wagner Gonçalves de Oliveira

Obreiro de I.E.L.


Neste momento acessados